Exame genético (Foundation One Heme) deve ser coberto pelo plano de saúde

exame foundation one heme

O exame Foundation One Heme é realizado a partir do material da biópsia ou através da pesquisa de DNA circulante do tumor no sangue do paciente.

O exame faz um amplo mapeamento do perfil molecular fornecendo aos médicos informações clinicamente relevantes que auxiliam na subclassificação diagnóstica, avaliação de prognóstico e seleção de tratamento adequado.

O exame Foundation One Heme proporciona aos médicos informações sobre a constituição molecular individual do paciente, muitas vezes sendo a única alternativa que resta ao paciente. Contudo, os planos de saúde negam cobertura ao exame, sob o argumento de que não consta no rol da ANS.

Ocorre que se não há outra alternativa de tratamento, o exame Foundation One Heme deve ser coberto pelo plano de saúde, pois o médico que acompanha o tratamento do paciente é quem tem as melhores condições de indicar o exame e/ou tratamento que deve ser realizado, não podendo o plano de saúde interferir no tratamento indicado.

Segundo o advogado Felipe Müller Corrêa da Silva, se o plano de saúde tiver cobertura ambulatorial o exame deverá ser disponibilizado, independente do tipo de plano contratado (individual, familiar, coletivo).

No caso de negativa de negativa do exame pelo plano de saúde, o consumidor poderá ingressar com ação judicial.

Em caso de dúvida consulte um especialista.

O Escritório Corrêa da Silva, Martins é especializado em planos de saúde, SUS, Direito Médico e Direito da Pessoa com Deficiência.

Felipe Müller Corrêa da Silva, Advogado com atuação exclusiva nas áreas Direito à Saúde (Planos de Saúde e SUS) e Direito Médico.

Janine Martins Corrêa da Silva, Advogada com atuação nas áreas de Direito da Pessoa com Deficiência (PCD) e Direito Médico.

Deixe uma resposta